Como fazer uma animação

Cortesia de DNEG Animation e Howdybot Productions

Como criar animações

Ninguém pode negar que animações são uma arte cativante. Das primeiras animações em 2D da década de 1920 às onipresentes séries animadas de TV, jogos e filmes em 3D, ver um mundo fictício ganhar vida por essa emocionante forma de arte é incrível. É melhor ainda quando ela é feita por você!

As primeiras animações eram feitas com ferramentas tradicionais de desenho, como caneta e papel, mas hoje a maioria é feita em software. O avanço tecnológico chegou ao ponto no qual todos podem criar animações com um simples PC e um software (geralmente gratuito) que torna todo o processo muito mais rápido e acessível.
 

O que se pode animar

Animar significa dar mobilidade, mas podem existir diferentes tipos de mobilidade. Tudo que pode se mover pode ser animado, mas a complexidade e as exigências variam para cada movimento/mobilidade. Também é possível animar coisas que não se movem na vida real.
 

Personagens

Um dos tipos mais comuns de animação é dar vida a humanos, animais e objetos. A categoria também pode incluir tudo que tem movimento do tipo humano e animal, como bonecos, robôs e monstros. A animação de personagens é provavelmente o tipo que você mais viu, podendo ser o mais desafiador de se criar. Tudo porque a representação 3D de um humano ou animal vivo precisa deformar (inclinar e esticar) nas articulações, como cotovelos e joelhos, o que geralmente requer um esqueleto invisível dentro do personagem que o controle. A parte visível do personagem se chama revestimento, e o esqueleto e seus controles são o rig. Por sorte, criar o revestimento, a animação e a animação esquelética é algo bem mais fácil hoje do que há cinco ou dez anos, e novas ferramentas são lançadas com frequência.

Objetos

Esta categoria inclui a animação de itens físicos sólidos, como adereços, mobília e veículos. Alguns exemplos deste tipo de animação incluem abertura de portas, deslocamento de bolas de boliche e movimento de carros pelas ruas. Este tipo de animação é mais fácil de realizar porque tais objetos tendem a se mover ou girar como um todo, e não se curvar ou esticar como uma criatura viva. Tudo que tiver dobradiças e partes móveis será mais complexo de animar, mas muitos itens podem ser animados facilmente pelo movimento e rotação do objeto como um todo.

Luzes e câmeras

Algumas das animações mais convincentes consistem em mínimas mudanças de luzes ou câmera. Por exemplo, as luzes podem ser animadas para mudar de cor ou brilho, e a câmera pode voar através de uma cena para simular uma tomada de drone.
Cortesia de Treehouse Digital LTD

Efeitos especiais

Fogo, água corrente, neblina ondulante e explosões são exemplos de efeitos visuais animados.
Yuki 7 é uma produção da Chromosphere

Tipos de animação

Animação 2D 

Esta forma de animação consiste em desenhar imagens. O show de TV Os Simpsons é um exemplo de animação 2D. Mesmo que a maioria dos profissionais de animação 2D use software nos dias de hoje, os iniciantes e estudantes podem fazer experiências neste meio usando apenas lápis e papel. Folioscópios são outro exemplo de animação 2D.

Stop motion

Este tipo de animação é feito com a fotografia de bonecos, figuras de barro e outros objetos físicos. Os animadores movem os objetos aos poucos e fotografam, movendo-os novamente e tirando mais fotos. Se tiver bonecos ou barro, uma câmera e um laptop ou computador, você pode fazer animações em stop motion.

 

Animação 3D

Este gênero é o de personagens e objetos representados como modelos 3D no computador, sendo criados por formas geométricas. Desenvolvida na década de 1970, esta animação ganhou maior popularidade com o lançamento do filme Toy Story em 1995.
Exemplo de um modelo 3D para animação
Até a década de 1990, a maioria das animações para filmes e TV era feita em 2D. Em anos recentes, cada vez mais filmes adotaram animação 3D, tanto como método único de produção como para aprimorar a animação 2D.

Não é raro que produções mesclem tipos de animação. Por exemplo, os dinossauros em Jurassic Park (1993) foram criados em um misto de animatrônica (um tipo de boneco físico mecanizado) e animação 3D.

O tipo de animação que você escolher criar depende das necessidades do projeto e de suas habilidades e recursos. Qualquer um deles funciona perfeitamente bem. O estilo que você escolher irá determinar as ferramentas a se usar.
 

Ferramentas de trabalho para animação

Para a animação 3D, você precisará criar ou reunir modelos 3D prontos para animação, além de uma maneira de animá-los. Com tudo pronto, você pode acelerar o processo usando modelos 3D pré-feitos e animando com a Unreal Engine. Estes modelos — muitos em versões grátis— estão disponíveis na Loja da Unreal Engine, TurboSquid e Sketchfab. Você também pode importar seus modelos humanos fotorrealistas e prontos para animar com nossas ferramentas MetaHuman.

Se escolher criar seus próprios modelos 3D, você precisará de um software de criação de conteúdo digital como Autodesk Maya, Autodesk 3ds Max ou Blender, ou usar o conjunto de ferramentas de modelagem e geometry scripting integradas à Unreal Engine.
Para criar com animação 2D, você pode desenhar os quadros em papel e filmá-los com uma câmera ou usar um software especialmente projetado para animação 2D, como o Toon Boom e o Pencil2D. Há também ferramentas úteis para roteirização (que serão explicadas posteriormente neste artigo).

Para animação em stop motion, você precisará de uma câmera para filmar a ação. A câmera deve ser fixa ou montada em um tripé tanto para animação 2D como stop motion, já que assim ela não irá se mover durante todo o processo.

Não importa o método que usar, você precisará editar tudo no fim para fazer um filme. A edição consiste em colocar as cenas na ordem correta e adicionar o som. Para isso, você precisará de um editor não linear.

Se animar na Unreal Engine, você pode usar o módulo Sequencer integrado para unir tomadas e sequências. Você também pode usar um software independente como o Adobe Premiere Pro e Avid Media Composer ou alternativas gratuitas como DaVinci Resolve, HitFilm e iMovie (exclusivo para macOS).

O processo para animar

Para criar uma animação de sucesso, você precisará de certa preparação e finalização ao terminar. Vamos ver as etapas.
 

Comece com uma ideia

A primeira etapa em qualquer projeto de animação é uma ideia do que você quer como resultado final. Talvez sua inspiração venha de uma música, ou seu desejo sempre foi contar uma determina história em animação.

Fundamentalmente, uma animação é um filme curto ou longo que conta uma história. Toda história animada tem algum tipo de personagem, sejam eles pessoas, animais, robôs, objetos domésticos traquinas ou planetas e espaçonaves envolvidas em uma guerra galáctica.

Encontre material de referência

Assim como artistas, animadores precisam de materiais de referência para para que seu trabalho seja primoroso. Por exemplo, se seu personagem principal é um pinguim, você precisará estudar como pinguins reais se parecem e movem de verdade. Se a obra envolver uma bola quicando, você precisará observar o tempo em que uma bola quica na vida real.

Estudar tais materiais de referência ajudará você a criar a melhor animação possível dentro do seu nível de habilidade.

Planeje a animação com roteiros visuais

Toda histórica contada envolve planejamento para chegar aos “pontos” certos — a ação principal ou pontos da trama na história — para que o público entenda a mensagem da história. Os cineastas que trabalham com live action usam um roteiro visual divido em cenas e tomadas. Mesmo se a animação não tiver diálogos, você deve seguir a mesma prática.

A ferramenta de planejamento mais comum dos animadores é o roteiro visual, uma série de painéis que mostram as ações principais na sequência de acontecimentos. Pense nele como um livro gráfico de esboços acompanhados de texto descritivo e temporização das ações. Os esboços do seu roteiro visual não precisam ser obras de arte, mas sim comunicar os pontos principais da história, um por um.

Muitos artistas de animação desenham roteiros visuais à mão. Se preferir o computador, você pode usar a maioria das ferramentas de animação 2D. Os usuários da Unreal Engine podem usar plugins como Epos para montar o roteiro visual na engine.
Arte conceito do Uplink criada por Laith Shewayish
Os roteiros visuais cobrem várias funções. A primeira é que dão uma ideia geral da duração da obra. Eles também ajudam a perceber se a história satisfaz ou se é necessário adicionar mais cenas ou substituir partes entediantes por algo mais interessante.
Use o roteiro visual para dividir a animação em cenas e tomadas. Geralmente, toda vez que você mudar de posição, haverá uma nova cena. Cada vez que mudar o ângulo da câmera, haverá uma nova tomada.
 

Pense no produto

Parte do processo de planejamento é pensar qual será a mídia do seu produto. Você quer colocá-lo no YouTube ou fazer um GIF animado para seu site? Você planeja mostrá-lo como um filme projetado?

Ao responder estas perguntas, você chegará a duas decisões importantes: taxa de quadros e resolução. A taxa de quadros é expressa em "frames per second" (quadros por segundo), ou FPS. Um filme geralmente é feito em 24 FPS; ou seja, se você fizer um filme, essa seria a sua FPS. Porém, muitos conteúdos de vídeo compartilhados em plataformas como YouTube e Instagram são produzidos em 30 FPS. Para começar, você pode trabalhar com uma dessas FPS ou pesquisar as recomendações dadas pela plataforma na qual você irá compartilhar seu trabalho.

A próxima escolha a se fazer envolve a resolução, que é o número de pixels (pontos coloridos que formam a imagem) no comprimento e altura da obra finalizada. A resolução de 1920x1080 é a mais comum no YouTube, Vimeo e outras plataformas de vídeo. TikTok, Facebook, Twitter e outras plataformas de mídia social têm suas próprias resoluções recomendadas. Lembre-se que as resoluções mais altas dão um visual melhor, mas também resultam em maiores tamanhos de arquivos e precisarão de uma maior largura de banda para transmissão.
Você terá de saber qual é a FPS e resolução antes de começar a trabalhar no projeto de animação. São configurações fáceis de definir no início do projeto, mas difíceis de mudar posteriormente. Idealmente, você as define antes de iniciar a animação per se.

Se utilizar um software para criar a animação, você pode definir a FPS e resolução de saída nas configurações do software. Se o processo demandar filmagem de fotos ou imagens com uma câmera, você pode filmar na FPS escolhida com uma câmera que suporte a resolução desejada.
 

Teste suas ferramentas de animação

Antes de embarcar na criação de uma história animada com ferramentas nunca usadas antes, a maioria dos animadores começa por criar um pequeno projeto de teste. O projeto de teste pode ser só de alguns segundos, mas irá ajudar a definir as sacadas do processo e servirá para dar a confiança de que você pode realizar um projeto completo com as ferramentas escolhidas.
 

Crie ou reúna ativos

Na sequência, você precisará criar ou encontrar ativos, os ambientes, objetos e personagens que irá usar para contar a história, e usará uma ou mais ferramentas mencionadas na seção “Ferramentas de trabalho para animação” acima.
Outra questão a se considerar é o som usado na animação. Se houver diálogo, você precisará gravá-lo. Se planejar usar música, você terá que buscar uma trilha sonora.

Ao escolher os ativos, música e efeitos sonoros, não se esqueça de verificar as implicações de direitos autorais ao usar tais elementos. Há muitos espaços on-line onde você pode encontrar ativos, música e efeitos sonoros acessíveis ou gratuitos para usar sem se preocupar com a violação dos direitos autorais dos artistas.
 

Comece a animar!

Agora você já tem tudo que precisa para começar a trabalhar a sério no projeto de animação. Configure suas ferramentas para a FPS e resolução definidas e mãos à obra. Use seus roteiros visuais e materiais de referência para guiar seu trabalho no projeto.

O método rotineiro é trabalhar uma cena por vez e depois reunir tudo na fase de edição.

Renderize suas cenas

Para usar a animação 3D, é necessário renderizar cada quadro da animação ou transformar o que você vê na tela do computador em arquivos individuais de imagem que o computador pode formatar como filme. Este processo pode levar de alguns minutos a vários dias, dependendo do software utilizado e da complexidade das cenas. Lembre-se de renderizar as cenas na resolução exigida para a plataforma escolhida.

Os profissionais geralmente renderizam cada quadro em um arquivo próprio de imagem e depois reúnem os quadros durante a fase de edição para formar um filme. Esta prática auxilia no caso de um quadro não sair da forma esperada em um renderizador tradicional; para corrigir o problema, você só precisa renderizar aquele quadro novamente, sem precisar renderizar toda a sequência.
Se utilizar a Unreal Engine, que renderiza em tempo real na tela, você pode ver o desenvolvimento da animação durante o trabalho, e uma animação de cinco minutos pode levar apenas cinco minutos para ser renderizada e gravada no disco. Com um tempo de renderização tão rápido, não é preciso renderizar cada quadro em um arquivo individual. Você pode renderizar direto em um formato de arquivo de filme (MP4, MOV ou AVI) e reproduzir o arquivo de imediato para revisar. Se perceber que há algo errado no arquivo de filme, é só renderizar toda a sequência novamente após corrigir o problema.
 

Edite seu vídeo animado como um todo

Com todas as cenas prontas, você já pode editar tudo num filme animado. É aqui que você reúne os arquivos de filme ou quadros renderizados individualmente e insere as cenas na sequência correta. É também onde você adiciona o diálogo, efeitos sonoros, música, créditos de abertura e finais.

Use o software de edição para gerar o filme final no formato de arquivo escolhido e com a FPS e resolução escolhidas.

Mostre seu trabalho

Agora você chegou ao momento de se orgulhar ao mostrar seu trabalho. Faça o carregamento na plataforma escolhida e compartilhe com a família e amigos.

Continue sua jornada de animação

Tudo pronto para começar a criar seu projeto de animação? Quando estiver tudo pronto para animar, confira o nosso tutorial Como fazer animação de keyframes com a Unreal Engine para começar. Também temos documentos sobre como fazer filmes na Unreal Engine e cinematografia e criação de filmes.

Você pode conferir a Comunidade de Desenvolvedores da Epic, onde encontrará centenas de horas de aprendizado on-line, incluindo cursos sobre animação. Outra opção é se inspirar em estúdios profissionais que usam a Unreal Engine para animação em nosso hub de Animação e em nosso Guia de Animação gratuito.

Mais Fundamentos de Tecnologia em Tempo Real